iniciar sessão | inscrever-se   



Qual o objetivo geral deste curso? | Qual a estrutura do curso? | Quem possibilitou a realização deste curso? | Qual é a metodologia adotada no curso?
PRESTE ESPECIAL ATENÇÃO À METODOLOGIA DO CURSO
 

Nas últimas décadas, a indústria química desenvolveu-se em ritmo acelerado e em muitos países representa um dos principais fatores de progresso econômico. Apesar dos benefícios proporcionados por estas tecnologias houve um aumento significativo no número de emergências envolvendo produtos químicos durante a produção, manipulação, utilização, transporte, armazenagem e destinação final desses produtos com conseqüentes danos à saúde das populações, ao ambiente e ao patrimônio.

O aumento na freqüência desse tipo de evento aponta para a necessidade de preparação dos profissionais dos países da Região da América Latina e Caribe para uma eficiente atuação em vigilância, prevenção e intervenção nas emergências envolvendo produtos perigosos visto que estes requerem precauções e cuidados específicos para controlar e diminuir seus impactos.

Nesse sentido a capacitação de profissionais é um dos eixos prioritários para o fortalecimento das ações intersetoriais de prevenção, preparação e resposta às emergências químicas e a modalidade de auto-aprendizagem on-line proporciona acesso a informações por diversos profissionais de diferentes áreas de atuação.

As emergências químicas são oriundas de fatos anormais ocorridos no curso de atividades de extração, produção, utilização, transporte, armazenagem e destinação final de produtos perigosos e requerem ação de resposta imediata.

São caracterizadas não somente por sua capacidade de causar grande número de óbitos mas também pelo potencial de gravidade e magnitude dos seus efeitos que podem ultrapassar limites espaciais e temporais.

Neste curso, você como usuário, começará uma experiência de Auto-aprendizagem que lhe permitirá conhecer os temas relacionados com a prevenção, preparação e resposta às emergências e desastres químicos.

Qual o objetivo geral deste curso?
Subir

Fornecer os elementos teóricos e práticos, bem como a metodologia para implementar as ações no âmbito nacional, regional e local referentes à prevenção, preparação e resposta para emergências e desastres químicos nos países da Região de América Latina e Caribe.

Qual a estrutura do curso?
Subir

O curso encontra-se estruturado em cinco módulos e cada um deles conta com um conjunto de temas que o levarão a cumprir os objetivos específicos para cada um desses módulos, listados a seguir:

Módulos

Objetivos

Módulo 1:
Generalidades

  • Definir acidente / incidente / emergência / desastre químico.
  • Compreender e utilizar a informação sobre as características físicas e químicas dos produtos perigosos e a informação toxicológica para determinar as medidas de proteção individual e coletivas e o atendimento a vitimas expostas aos riscos.
  • Compreender a relação dose-resposta, as rotas de exposição, metabolismo, toxicocinética e modos de ação dos produtos perigosos.
  • Compreender a importância de determinar as possíveis rotas de exposição durante uma emergência ou desastre químico e os riscos associados aos produtos perigosos.
  • Identificar as Classes de Risco dos produtos perigosos conforme a classificação utilizada pelo Sistema da Organização das Nações Unidas – ONU.
  • Conhecer as fontes bibliográficas e informatizadas e interpretar as informações sobre os produtos perigosos.

Módulo 2:
Prevenção e
preparação

  • Compreender o mapeamento de ameaças, recursos e vulnerabilidades.
  • Identificar os elementos necessários para realizar um programa de gerenciamento de riscos e de preparação para a resposta.
  • Coordenar ações com órgãos e instituições que participam das ações de prevenção, preparação e resposta às emergências e desastres químicos.
  • Reconhecer a importância da participação das comunidades para a efetiva implementação e execução de planos de preparação e resposta frente a emergências e desastres químicos.
  • Conhecer a ferramenta análise de riscos e seus benefícios na prevenção de grandes acidentes.

Módulo 3:
Resposta

  • Reconhecer os diferentes tipos de equipamentos de proteção individual que são utilizados na resposta às emergências e desastres químicos.
  • Utilizar corretamente os equipamentos de monitoramento em campo.
  • Descrever os elementos de uso habitual para a mitigação das emergências e desastres químicos.
  • Definir zonas de atuação na cena da emergência.
  • Definir o estabelecimento de um sistema de comando de emergência para a gestão e direcionamento das ações de resposta.
  • Explicar como as equipes de resposta a emergências realizam os procedimentos de redução de contaminação de materiais, equipamentos e vítimas utilizando soluções adequadas de acordo com o(s) produto(s) perigoso(s) envolvido(s).
  • Explicar o conceito de contaminação secundária e sua relevância no manejo de vitimas expostas.
  • Conhecer os conceitos de “triagem rápida” no manejo de vítimas contaminadas.
  • Conhecer os conceitos relacionados a vigilância em saúde ambiental e outros aspectos ambientais nas emergências e desastres químicos.
  • Conhecer os conceitos e práticas relacionadas à comunicação de riscos nas emergências e desastres químicos.

Módulo 4:
Lições aprendidas

  • Avaliar o conhecimento adquirido a partir de emergências químicas atendidas.
Módulo 5:
Exercícios de integração
  • Avaliar o seu conhecimento por meio de exercícios envolvendo a resposta a emergências químicas

Para cada tema do curso você encontrará: um documento de texto completo, apresentações com slides e exercícios de reforço de aprendizagem. Alguns capítulos ainda contam com estudos de casos acompanhados de perguntas de reforço.

Dependendo das características de seu computador (memória, microprocessador, capacidade do disco rígido e programas instalados), alguns destes arquivos podem levar algum tempo para serem visualizados. Por este motivo, recomendamos que primeiramente salve os arquivos no disco rígido de seu computador e posteriormente os abra para estudá-los.

Quem possibilitou a realização deste curso?
Subir

Este curso é o resultado de um trabalho conjunto entre:

  • A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo - CETESB que é Centro Colaborador da OPAS/OMS para o tema Emergências Químicas e está localizada em São Paulo – Brasil,
  • A Organização Pan-Americana da Saúde, por meio de sua área de Preparativos para Casos de Desastres (PED/OPAS), a Área de Desenvolvimento Sustentável e Saúde Ambiental (SDE/OPAS) e a Representação da OPAS/OMS no Brasil.
  • O Ministério da Saúde do Brasil, por meio da área de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada aos Acidentes com Produtos Perigosos – VIGIAPP da Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental – CGVAM e da Coordenação Geral de Urgência e Emergência – CGUE.
  • O Ministério da Saúde da Argentina, por meio do “Programa Nacional de Prevención y Control de Intoxicaciones – Departamento de Salud Ambiental - Dirección Nacional de Determinantes de Salud e Investigación”.

O conteúdo técnico do material apresentado foi desenvolvido por uma equipe de profissionais destas instituições, os quais desenvolvem atividades relacionadas com este tema, relacionados a seguir.

CETESB:

  • Anderson Pioli, engenheiro do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Agnaldo Ribeiro Vasconcellos, químico do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Carlos Ferreira Lopes, biólogo do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Edson Haddad, químico do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Íris Regina Poffo, bióloga do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Jorge Luiz Nobre Gouveia, químico e gerente do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Marco Antonio José Lainha, técnico do Setor de Operações de Emergência da CETESB.
  • Mauro de Souza Teixeira, Advogado e técnico do Setor de Operações de Emergência da CETESB.

Colaboradores da CETESB:

  • Marcos Rogério da Cunha, Capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo.
  • Gerson Vecchio dos Santos Junior, Sargento da Polícia Militar do Estado de São Paulo.
  • Ricardo Rodrigues Serpa, químico, consultor.
  • Rubens César Perez, engenheiro químico, consultor.

OPAS:

  • Dr. Diego Gonzalez Machín. Assessor Regional de Toxicologia da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde e atual Coordenador da Unidade de Desenvolvimento Sustentável e Saúde Ambiental da OPAS/OMS no Brasil.

Ministério da Saúde do Brasil:

  • Aramis Cardoso Beltrami. Engenheiro, Mestre em Saúde Pública e Meio Ambiente, especialista em Gestão Ambiental, Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde Coletiva.
  • Dr. Edison Vale Teixeira Jr. – Médico – Consultor Técnico da Coordenação Geral de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde do Brasil.

Ministerio de Salud de Argentina e colaboradores:

  • Dra. Susana García. Médica. Especialista en Toxicología y Medicina del Trabajo. Responsable del Programa Nacional de Prevención y Control de Intoxicaciones del Ministerio da Salud de Argentina.
  • Dra. Adriana Haas. Médica.  Especialista en Pediatría y Toxicología del Programa Nacional de Prevención y Control de Intoxicaciones del Ministerio da Salud de Argentina.- Ing. Daniel Méndez, Ingeniero en Seguridad Ambiental, ex-jefe de la Brigada de Riesgos Especiales de la Superintendencia Federal de Bomberos de la Policía Federal Argentina.
  • Tec. Sup. Javier Da Cunha, Técnico Superior en Higiene y Seguridad en el Trabajo. Argentina.

Na revisão técnica tevemos a colaboração do Dr. Rafael Moya Díaz, Diretor do Centro Nacional de Toxicología de Cuba.

O desenho desse curso bem como a parte de informática estiveram a cargo do engenheiro Marco A. Ramírez Chávez, contratado pela OPAS para realizar este trabalho.

Qual é a metodologia adotada no curso?
Subir

Metodologia do Curso

O presente curso de auto-aprendizagem é gratuito e você pode realizá-lo de acordo com sua disponibilidade de tempo não sendo necessário estar conectado à internet durante o uso, bastando baixar o material e imprimi-lo, se assim o desejar.

É necessário se registrar para realizar o curso. Para tanto, basta acessar a opção “Registrar-se” que aparece na parte inferior desta mensagem de forma que você mesmo irá gerar seu próprio código de usuário e senha.

Para obtenção do certificado de conclusão e aprovação neste curso, você deve:

  • Ter sido aprovado previamente em 70 % dos exercícios de cada módulo (o sistema irá guiá-lo caso falte aprovação em algum deles);
  • Ter realizado a avaliação do curso, e;
  • Ter sido aprovado no exame final com uma nota mínima de 16 acertos.

Depois de realizar a avaliação do curso e acessar o módulo do exame, você terá 30 minutos para realizar o exame final. Transcorrido esse tempo, suas respostas serão enviadas ao sistema e a janela será fechada.

Se você não conseguir a aprovação, poderá retornar para tentar novamente no dia seguinte. Ao ser aprovado, o sistema irá gerar o certificado o qual será enviado para você via correio eletrônico e você poderá imprimi-lo. Assim, é de suma importância que seus dados estejam corretos no momento de seu registro.

Uma segunda modalidade pode ser a validação do curso nas universidades, onde pode haver tutores nacionais que conduzirão o estudo dos módulos. Neste caso, uma vez finalizados os módulos com sucesso, a universidade dará os créditos acadêmicos correspondentes.

Boa sorte e esperamos com este curso contribuir para que você desenvolva um trabalho ainda melhor nas emergências químicas!